Thursday, September 30, 2010

Arriscar é: rumo

Numa das minhas leituras encontrei um quadro que ajuda a definir
a pessoa religiosa na sociedade actual,
pautada por pertenças múltiplas e nunca totalizantes.

PRATICANTE
PEREGRINO
- Prática obrigatória
- Prática voluntária
- Prática regulamentada pela instituição- Prática autónoma
- Prática fixa- Prática moldável
- Prática comunitária- Prática individual
- Prática territorializada (estável)- Prática móvel
- Prática repetida (ordinária)- Prática excepcional (extraordinária)

Tuesday, September 28, 2010

Arriscar é: amizade

"Um dia a maioria de nós irá separar-se.
Sentiremos saudades de todas as conversas atiradas fora,
das descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos,
dos tantos risos e momentos que partilhámos.
Saudades até dos momentos de lágrimas, da angústia, das
vésperas dos fins-de-semana, dos finais de ano, enfim...
do companheirismo vivido.
Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre.
Hoje já não tenho tanta certeza disso.
Em breve cada um vai para seu lado, seja
pelo destino ou por algum
desentendimento, segue a sua vida.
Talvez continuemos a encontrar-nos, quem sabe... nas cartas
que trocaremos.
Podemos falar ao telefone e dizer algumas tolices...
Aí, os dias vão passar, meses... anos... até este contacto
se tornar cada vez mais raro.
Vamo-nos perder no tempo...
 Um dia os nossos filhos verão as nossas fotografias e
perguntarão:
Quem são aquelas pessoas?
Diremos... que eram nossos amigos e... isso vai doer tanto!
- Foram meus amigos, foi com eles que vivi tantos bons
anos da minha vida!
A saudade vai apertar bem dentro do peito.
Vai dar vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente...
Quando o nosso grupo estiver incompleto...
reunir-nos-emos para um último adeus a um amigo.
E, entre lágrimas, abraçar-nos-emos.
Então, faremos promessas de nos encontrarmos mais vezes
daquele dia em diante.

Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a
sua vida isolada do passado.
E perder-nos-emos no tempo...
Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não
deixes que a vida
passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de
grandes tempestades...
Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem
morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem
todos os meus amigos!"

(Atribuido a Fernando Pessoa)

Tuesday, September 21, 2010

Arriscar é: outonar

A vida tem a sua sabedoria
e esta aprende-se bem na natureza.
Nela e por aqui é no outono que mais se colhe.
Será que também assim é connosco?
Bom, mas para assim ser é preciso
semear muito na primavera da vida
cuidar e cultivar no verão
para se colher no outono
e consumir no inverno...

Thursday, September 16, 2010

Arriscar é: pensar

"Pensar tornou-se um luxo a que poucos se entregam,
porque numa cultura de consumo
há sempre quem nos ofereça um pensamento feito
e pronto a usar…"

                                              Con. Carlos Paes

Pensemos!

Friday, September 10, 2010

Arriscar é: vínculo e compromisso

Quer os vínculos, quer os compromissos
fazem parte da nossa vida.
Penso que se pode viver sem vínculos mas não sem compromissos.
Compromissos com algo ou alguém,
o que significa não se pode existir sem se ser responsável por alguém
e em concreto, algo ou principalmente alguém por quem sofrer...
ou melhor dito, AMAR.

Arriscar é: correr e lutar

S. Paulo corria para a meta
e lutava mas não como quem açoita o vento.

E nós, o que nos faz correr hoje?...

Tuesday, September 07, 2010

Arriscar é: escolher

Jesus escolheu os 12 e pronto
Isto mostra que temos que escolher.
Escolher aqueles pelos quais devemos ser 
responsáveis e estar de alguma forma unidos.

Por vezes não entendemos porque é que alguém
continua a gostar de outro depois de ser maltratado
desprezado, ignorado, traído...

Este é um mistério que só o
coração pode explicar porque essas escolhas
a Ele se devem.

Querer que as pessoas deixem quem escolheram...
é missão absurda, mesmo que os escolhidos nos deixem.
Achamos loucos os que assim vivem, mas não serão mais loucos
os que ignoram o que é escolher.

Quando se escolhe é para sempre
e não há muito a fazer, ainda que tudo
fique sem grandes concretizações...

Jesus sabia disto!

Wednesday, September 01, 2010

Arriscar é: não idolatrar

É quase impossível amar e idolatrar ao mesmo tempo.
Curioso perceber que o próprio Jesus fugia de ser idolatrado
pois Ele veio para amar e ser amado.
Daí que Ele impedisse que o identificassem como o Filho de Deus,
mesmo os demónios.
A idolatria coloca quem o faz e quem o é em planos diferentes.
Assim, é dificil haver amor inteiro.
O que é idolatrado é nas suas dimensões boas e o que
idolatra, fálo em relação ao que é bom para si no outro.
A idolatria isola. Os idolos são muito solitários.
Só o amor é inteiro, debruça-se e envolve o todo do outro.

Arriscar é: nutrir-se

Hoje fala-se em toxicidade dos alimentos e das pessoas com quem nos relacionamos.  Na verdade, é que é fraca a qualidade da alimentação mas...