!

!

Wednesday, December 31, 2008

Arriscar é: lembrar-me a Deus

Senhor,
Quero saber o que quero(es)
e ter coragem para o por em prática.
Que a vontade seja mais forte e menos adiada
e o querer seja mais sábio e menos egoísta.
Que magoe menos a Ti, aos que se cruzem comigo, e a mim mesmo...
Ajuda-me a valorizar o que é verdadeiro e autentico.
Que a verdade e a decisão me conquistem para a liberdade.
Quero descobrir mais bom, belo, e amoroso no mundo que me colocas mais perto.
Ajuda-me a não perder o tempo e
a agradecer
Te.

Saturday, December 27, 2008

Arriscar é: personalizar

Esta é época de trocar mensagens.
Muitas são apenas reencaminhadas.
Outras são o trivial da quadra.
é certo que lembrar os outros já é importante,
e o tempo para podermos escrever algo mais personalizado
a cada um é quase uma utopia.
Contudo, todos reconhecem a importância do que os outros dizem a nosso respeito.
Somos muito do que os outros vêem e dizem de nós.
Quando isso é verdadeiro e bonito
como isso reforça a nossa auto estima.
Neste tempo de crise é importante que alguém nos diga,
o que nos faz falta, enquanto reforço positivo.
Sabemos o efeito fantástico que uma mensagem
que fala algo valoroso em nós pode ter.
Quando é assim, está ganho o dia, quem sabe o ano...

Monday, December 22, 2008

Arriscar é: renascer

Querid@s Amig@s,

Alguns de vós, com quem mais troco mensagens, estranharam estes últimos meses.
De facto, o meu computador tem estado avariado desde o final de Agosto.
Não consegui resolver, até esta semana, esse problema. Todos os meus dados estavam retidos num disco a que não conseguia ter acesso. Penso que estou preparado para começar melhor o novo ano.

Com alguns cruzei muito do tempo que Deus me deu.
Uns procuraram-me. Outros procurei. Foi condição para a partilha.
Há muita vida ainda adiada entre nós. Especialmente no convívio e no serviço ao bem, ao amor e à alegria.
Tenho descurado a construção de mais alguns hinos à vida e à amizade. Confesso que os 40 anos mexeram comigo...

Com muitos de vós, alegrei-me, com as vossas alegrias deste ano.
Com outros sofri muito.Com as perdas e rupturas.
Com o que se passou convosco. Com o que se passou com os vossos. Com o que se passou ou não entre nós.
Perdão pelo que me disse respeito.

Espero que não tenhamos perdido tudo e que algo, nem que sejam as lições da vida tenham acrescentado a riqueza da sabedoria.

A fé em Jesus continua a ser o meu maior tesouro e a sua partilha muito do brilho e entusiasmo que me guia.

Para o próximo ano viverei muito pelo Hospital D. Estefânia e quem sabe um pouco na vida de cada um de vós.
Peço muitas bençãos para todos e que as possamos partilhar.

Chego cansado a esta etapa, mas quando penso no tanto que vivemos, acolhemos,acompanhamos, suportamos...

Estou cansado mas continuo feliz e em busca de mais.

Convosco,

Padre Carlos Azevedo

Wednesday, December 10, 2008

Arriscar é: TE II

Quero registar a minha gratidão por sempre que a Vida veio até mim e eu a soube acolher em todo o seu esplendor e glória. Nas pessoas, na natureza, nas coisas, nas musicas, nos filmes, nos convívios, nas solidões silenciosas. Enfim, na Intimidade, na Cumplicidade, na Comunhão.
Obrigado a Deus por ter criado a Humanidade, o Amor, o Bom e o Belo.
Em termos da minha missão procurei caminhar com a preocupação aos que são os meus próximos. Nem tudo foi o ideal e mesmo o que desejei. No entanto, procurei cimentar esse dever em opções pequenas mas claras.
Agora percebo que com o passar do tempo perdi oportunidades e condições para realizar algumas coisas.
Contudo, nada disso quero que me detenha.
Tenho tanto pela frente, ainda para mais a fome e sede de justiça não desapareceram e a meta é longínqua. Só termina no Céu todo.
Ah! Até lá vivo, na esperança, certo da sua existência, pelo Amor incondicional que nasce na Cruz de Jesus, que tenho aprendido com Maria e experimentado com os preciosos cuidados da minha família e amigos.
Se Deus me quiser mais algum tempo por cá, não peço tanto como até aqui, mas que aumente em mim o dom de saborear internamente o que puder viver.
Assim, me vá afeiçoando cada vez mais à Sua presença.

Arriscar é: TE I

Começo agora a celebrar 40 anos de vida aqui na terra. Que grande privilégio!!!
O acontecimento mais importante foi a Palavra de Deus feita carne em Jesus, nos Seus amigos e em mim.
De facto, sempre que em mim foi acolhida gerou a Fé, e a Fé gerou a Humildade, a Simplicidade, o Serviço, a Liberdade e a Felicidade.
Nos últimos anos a Paz foi ficando menos inquieta na medida em vamos descobrindo os nossos limites e grandezas, e a noção daquilo a que somos chamados. A nossa parte.
Algumas vezes não estive vigilante e fui apanhado pelo ladrão do tempo que facilmente me deixou esvaziado e com a sensação de desperdício.
Nem sempre compensei da melhor maneira. Deus sabe e alguns dos meus também.

Friday, December 05, 2008

Arriscar é: Advento

O Advento é uma atitude...
um critério de vida.

Neste tempo gosto de celebrar todos os adventos do ano.
Todos esses momentos em que deixei que Jesus nascesse
nas minhas palavras, silêncios e acções.

É esta atitude que me vai dar a bagagem para os futuros adventos
que são necessários na minha vida.

Nesta época eu vivo a "treinar" para os futuros adventos.